PARA PROFESSORES E ALUNOS: ARTIGOS DE OPINIÃO, COMO IDENTIFICAR?

 ARTIGOS DE OPINIÃO, COMO IDENTIFICAR?                                                                    

Leia os textos que se seguem, procurando identificar qual é a finalidade ou objetivo dos autores ao escrevê--los.

TEXTO 1

PAIS DEVEM ESTABELECER LIMITES

São os pais que devem buscar estabelecer limites no uso de lan house e internet. “Às vezes o adolescente está com dificuldades de ter autonomia para estabelecer seus próprios limites. Então, nessa hora, precisa de alguém para fazer isso”, afirma o psicanalista Ailton Bastos, de Londrina.
Em situações específicas, como o adolescente que está com baixo rendimento escolar por conta da quantidade de horas que passa na lan house, vale limitar as horas até que as notas melhorem. “Mas, com adolescente, você tem que deixar muitas vezes uma válvula de escape, pois quanto mais intensa a exigência, mais chances de não dar certo. Ele precisa de parâmetros, mas com um certo nível de liberdade”, diz. Mesmo assim há situações em que é preciso até proibir as idas à lan house por um período de tempo. “Há certos momentos que não é radical (proibir), há certos momentos que é necessário. Mas isso não pode ser feito no calor da emoção, esse adulto tem que pensar bem antes de estabelecer, para que possa cumprir a palavra dada. E se perceber que a coisa é grave não espere que a própria pessoa decida procurar ajuda”, avalia. (C. P.)¹ (...)

1. Chiara Papali é repórter da Folha de Londrina
Trecho retirado do jornal Folha de Londrina de 08/10/2007.

TEXTO 2

COMBATE À CYBERPEDOFILIA - Jean Ubiratan

O crescente aumento da mídia sobre o combate à pedofilia via internet e a recente apresentação do deputado federal Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP) à embaixada americana de um documento que indica o Brasil no topo da lista de cyberpedófilos, fazem refletirmos sobre o assunto. Os dados apresentados nesse estudo são assustadores: mais de mil sites mensais são relacionados a este tipo de crime e 76% dos pedófilos do mundo estão no País. Isso demonstra, cada vez mais, que há uma necessidade iminente em divulgar meios de alertar os responsáveis sobre como impedir que algo do gênero possa acontecer simplesmente por omissão. Uma das maiores vantagens dos atuais crimes virtuais é o anonimato. Para leigos no assunto é praticamente impossível identificar quem está do outro lado flertando com o seu filho. Isso faz com que a denúncia de casos referentes a este tema também sejam muito mais difíceis, muito em razão de não localizar quem o está fazendo.
Algumas dicas e cuidados ao navegar na internet garantem uma diversão segura e mais tranqüila. Como primeira medida recomendada é o velho e bom“ puxão-de-orelha”, ou seja, assumir a responsabilidade com as crianças ou os jovens, que ainda não a conhecem. Outro fator importante é quanto a disposição física do computador, pois uma localização mais pública na casa ajuda, em muito, o controle.
Locais públicos responsáveis por prover acesso às pessoas como, põe exemplo, em escolas ou uma lan house, é essencial que nesses lugares existam regras para o bom uso da internet. Os pais também necessitam estar informados sobre as novas ferramentas de tecnologia que possibilitam auxiliar no controle de acesso à rede. Além dos já conhecidos antivírus, existem diversos outros sistemas que mantêm o controle do que está ocorrendo no computador enquanto estão acessando a web. Saber por onde andam, com quem falam, os locais freqüentados, o que fazem, são as perguntas costumeiras realizadas pelos pais, porém esses mesmos questionamentos devem ser aplicados na “vida digital” dos filhos. Esses cuidados, com certeza, aumentam a percepção de segurança em relação aos filhos. Infelizmente, a realidade é forte e se não houver cuidados com os filhos, enquanto navegam na internet, alguém acabará os vigiando via esse meio. A dúvida é saber se as intenções dessa pessoa desconhecida são tão boas quanto as dos pais.

Jean Ubiratan é consultor de Segurança de TI em Porto Alegre.
Retira o do jornal Folha de Londrina de 08/10/2007

TEXTO 3

O ABORTO EM DISCUSSÃO
ÉPOCA conduziu com clareza a questão do aborto. Esse é um problema de cada mulher, não depende da religião ou do Estado. Algumas considerações devem ser feitas. Não é verdade que mulheres que abortam desenvolverão problemas renais, cardíacos, derrames ou ficarão estéreis. A pílula do dia seguinte não provoca a eliminação de embriões fecundados, como se poderia supor.

Jorge Andalaft Neto, ginecologista e obstetra, São Paulo, SP
Texto retirado da revista ÉPOCA de 23/04/2007

TEXTO 4

TRÊS MORTES NAS RODOVIAS DO ESTADO

Curitiba – Duas colisões em estradas paranaenses terminaram com três óbitos ontem. Em Guarapuava, pai e filha morreram na colisão frontal entre um Astra e um ônibus da Viação Garcia que fazia linha entre Curitiba e Cascavel, na BR 277, também na madrugada de ontem.(...)

Texto de Augusto Cezar
Trecho retirado do jornal Folha de Londrina de 27/01/08

ATIVIDADE

01) Qual a finalidade ou objetivo:

a-do texto 1:

b)do texto 2: 

c)do texto 3; 

d)do texto 4:  

02) A que gênero textual pertence cada um dos textos que você acabou de ler?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

03) Todos os textos que você leu tratam de questões polêmicas? Em qual texto o autor apresenta uma questão polêmica, utilizando-se de argumentos e pode ser considerado um artigo de opinião?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

04) Encontrado o texto no qual o autor defende uma opinião, um ponto de vista sobre um tema polêmico, responda:

a) Qual a questão tratada pelo autor?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

b) Qual a posição defendida pelo autor, nesse mesmo texto?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

c) Cite pelo menos dois argumentos utilizados pelo autor para defender sua posição.
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

0 comentários:

Postar um comentário